Adobe Dreaweaver é um programa completo para o desenvolvimento e gestão de websites, que trabalha com tecnologias como HTML, CSS, Javascript e PHP, entre outros. Um detalhe importantíssimo que Dreamweaver tem, é que se você começou a fazer o seu website em um outro programa qualquer, não terá de começar de novo se pretender mudar para Dreamweaver – O programa não irá destruir/alterar o código que você criou! Nesta décima parte do Guia Dreamweaver, vamos-lhe mostrar como introduzir divs com posicionamento absoluto dentro desta aplicação. Está pronto para começar?

Na parte XII deste Guia Dreamweaver vamos continuar a abordar o funcionamento com formulários dentro deste aplicativo, passando para a fase de combinação de formulários e scripts PHP para fazer validação de login, utilizando uma ligação a um banco de dados. Os formulários são uma forma básica de obter algum tipo de feedback dos visitantes de um website, e através deste artigo iremos mostrar-lhe como tirar partido das funcionalidades de Adobe Dreamweaver para realizar as tarefas necessárias. As técnicas e métodos que lhe vamos apresentar neste capítulo permitir-lhe-ão ser um perito no web design, juntamente com as funcionalidades oferecidas pela ferramenta da Adobe que o vão tornar um profissional eficiente e competente.

Adobe Dreamweaver CS5

Para adicionar mais elementos ao nosso formulário o processo é simplificado pela utilização do menu onde terá ao seu dispôr um conjunto de elementos que poderão ser introduzidos no seu formulário. Para isso, como lhe referenciamos no artigo anterior, basta aceder ao menu Inserir -> Formulário e aí terá uma lista de elementos que poderá introduzir.

Neste artigo vamos utilizar um formulário já criado com ligação entre o html e um script PHP que faz a ligação ao banco de dados para fazer o login do utilizador.

3. FORMULÁRIOS DE LOGIN

A criação de um formulário de login em uma página é um processo não extenso e de nível médio-baixo, uma vez que será necessário criar uma ligação ao banco de dados para fazer a query de verificação dos dados introduzidos. Neste exemplo não vamos extender ao ponto de falarmos sobre as ligações ao banco de dados, mas sim vamos explicar como fazer a ligação entre o formulário em HTML e como passar a informação introduzida no formulário para o script PHP poder fazer a verificação. Primeiro que tudo vamos criar o nosso formulário:

<body>
<center><h3>Login de Membros</h3></center>
<form name="login" action="checklogin.php" method="post">
Nome de Utilizador:<input type="text" name='nomeuser' value="" />
<br />
Password:<input type="text" name='passuser' value="" />
<br />
<input type="submit" value='Login'/>
</form>

Guia Dreamweaver - Formulários (Parte XII)

Este formulário é aquele que estará visívelq quando um utilizador se dirigir à página de login. Passamos agora a explicar o código, em que o form name é explicativo por si só, o action=”" é para onde o usuário será redirecionado após carregar no botão de login e é para onde os dados inseridos no formulário poderão ser enviados.

O method=”" é o método utilizado para se fazer a passagem de dados, que poder ser post ou get. Os campos do formulário não necessitam de grandes apresentações, uma vez que se tratam de campos simples para introdução de dados.

Agora, como é passada a informação do formulário para o script PHP?

A informação é passada do formulário para o script PHP tirando partido do action=”" que aponta para o ficheiro onde estará o script, e através do method=”" que determina qual o método a utilizar para se poder passar informação do formulário para o script. Assim, e neste caso dentro do ficheiro checklogin.php o script irá conter código que irá fazer a chamada dos valores presentes no formulário.

Neste caso utilizando o POST, a sintaxe é $_POST['nome_do_campo'], e dentro do nosso script e para facilitar o entendimento por parte dos nossos leitores, vamos atribuir os valores dos campos do formulário a variáveis. Para isso, basta introduzir o seguinte código:

<?php
$nome_user = $_POST['nomeuser'];
$pass_user = $_POST['passuser'];
?>

De notar que em termos de segurançã esta prática não é aconselhada, mas como referimos, estamos a utilizar variáveis para simplificar o processo de forma a que os nossos leitores possam compreender mais facilmente todos os passos que estamos a efetuar.

Depois de atribuir os valores dos campos do formulário a variáveis, está na altura de utilizar um trecho de código para fazer a consulta ao banco de dados e fazer a verificação da existência ou não do nome de utilizar e verificar se a palavra passe introduzida corresponde ao que existe no banco de dados.

Naturalmente que antes de se poder fazer qualquer consulta ao banco de dados, é necessário estabelecer uma ligação ao mesmo dentro do script, que pode ser feito da seguinte forma:

if (mysql_connect("$host", "$username", "$password")){
	echo 'Ligação estabelecida ao Banco de Dados<br/>';
}
else
{
	die("Impossível Conectar ao Banco de Dados<br/>");
}

Neste caso estamos a utilizar um IF para podermos perceber se a ligação foi feita com sucesso ao banco de dados, em que você anteriormente define o host, o nome de usuário e a password de acesso ao banco de dados, introduzindo-os nas respectivas variáveis. Depois de estabelecida a ligação ao banco de dados, você poderá fazer a consulta utilizando os valores de nome de usuário e palavra passe introduzidos no formulário. Para isso, pode utilizar o seguinte trecho de código:

$sql="SELECT * FROM $tbl_name WHERE NomeUtilizador = '$nome_user' and Password = '$pass_user'";
if ($result=(mysql_query($sql)))
{
	echo "Concluído com Sucesso <br/>";
}
else
{
	echo 'Erro: ';
	echo mysql_error(), "<br/>";
}

Este é um dos vários métodos possíveis para se fazer uma ligação ao banco de dados e fazer a verificação de existencia de usuário e palavra passe, e mais uma vez salientamos que os processos que estamos a utilizar neste artigo não sã recomendáveis uma vez que pecam pela falta de segurança, que entre outras coisas poderia passar pela encriptação dos dados antes de ser feita a consulta ao banco de dados.

Neste código utilizámos mais uma vez um IF, mas desta feita se a ligação não for feita com sucesso, vamos ter acesso ao erro SQL que irá ser devolvido, podendo assim perceber qual o motivo de a ligação não ter sido feita com sucesso.

No final, depois de concluído o processo é aconselhável ser terminada a ligação ao banco de dados, terminando assim qualquer hipótese de se deixar uma porta aberta a outros utilizadores menos bem intencionados. Isso poderá ser feito com um trecho de código bastante simples:

mysql_close();

Desta forma você ficou a perceber que é bastante fácil e rápido poder criar um formulário de login utilizando Adobe Dreamweaver e as suas funcionalidades, tirando também partido de alguns trechos de código PHP para construir o script de ligação ao banco de dados. Se pretender aprender mais sobre este tema, consulte os nossos artigos relacionados:

Abraços!

 

Autor: Diogo Espinha

Blog do Autor | Artigos do Autor:

Workaholic e totalmente viciado em computadores, Internet e desporto motorizado. Adora praticar desporto, é um curioso da programação em PHP, CSS e HTML5 e não dispensa a companhia do seu Mac OSX 86 Snow Leopard!

  • Explorer - Factory Construction & Ship Building Joomla Theme
  • Justice - Attorney and Law Firm Joomla Template
  • OwnFolio - One Page Personal Portfolio / vCard / Resume / Showcase Joomla Template
  • Big Business - Responsive Template
  • Merab - Creative Multipurpose Drupal 8 Theme
  • Fitness Academy Joomla Template
  • Fruition - Business Joomla Template
  • Educate | Education & Courses, Kindergartens Joomla Template
  • Constructive - Contractors Multipurpose Joomla Landing Page Theme
  • Vina Bubox - VirtueMart Joomla Template for Online Stores
  • BizOne - One Page Parallax Drupal Theme
  • LawHouse - Responsive Lawyers Attorneys Joomla Template

Gostou deste artigo? Então torne-se fã do Blog no Facebook!



Comentários dos Alunos

RSS
Twitter
Facebook
Comentários
ASSINANTES
SEGUIDORES
FÃS
COMENTÁRIOS
7794

Subscrever Newsletter
Subscreva a Newsletter:



Aplicativos Android, iPhone e Muito Mais!




Assine a Escola Criatividade Assine a Newsletter da Escola Criatividade Escola Criatividade no Twitter Escola Criatividade no Facebook Escola Criatividade no Youtube Escola Criatividade no Google Buzz