Ora vamos continuar a desvendar ou recordar os princípios da Fotografia e hoje vamos falar daquela que é das peças de equipamento mais importante na mochila de qualquer fotógrafo, as suas objectivas.

Tanto ou mais importante que a máquina fotográfica são as objectivas ou lentes como também são referidas, pois são elas que nos vão permitir explorar a nossa criatividade. Aproveitar o melhor de cada um dos tipo de objectiva vai-nos permitir melhorar e crescer com fotógrafos.

fotografia profissional

OBJECTIVAS

Cada objectiva é definida pela sua distância focal e pela sua abertura máxima. Já todos devem ter visto o símbolo dos milímetros (mm) na lateral de uma lenta. Esse é o seu nome mas também nos mostra qual o ângulo de “cobertura” que essa lente consegue alcançar. Uma distância focal mais curta inclui um ângulo maior no enquadramento, enquanto que uma distância focal mais longa amplia o que se está a ver, reduzindo o ângulo de cobertura.

A abertura máxima corresponde à quantidade máxima de luz que pode passar através da objectiva. Assim, quanto maior for a abertura máxima, menor será o tempo durante o qual se deverá expor a película com a mesma luz. Considera-se que uma objectiva é rápida se tiver uma abertura máxima maior ou igual a 2.8 e lenta se essa abertura for igual ou inferior a 5.6. Como referido, todas as  objectivas são definidas pela distância focal que conseguem alcançar, desde as mais angulares às teleobjectivas. As mais angulares vão desde 0s 8mm quase com um ângulo de 120 graus até às teleobjectivas que aos 1200mm conseguem alcançar apenas 2 graus de visão.

objetivas

Existe um grande leque de objectivas no mercado, cada uma com funções diferentes. Todas as marcas têm para oferecer aos seus utilizadores uma variedade enorme de opções, mas no fundo as objectivas estão divididas em duas grandes famílias: as lentes Zoom e as lentes Primes.

objetivas

OBJECTIVAS ZOOM

As objectivas zoom são como o próprio nome indica, lentes que percorrem alguns graus da distância focal, o que faz delas muito práticas e úteis, porque temos numa só objectiva, a capacidade de termos várias distâncias focais. Os zooms mais utilizados são o 17-55mm ou 17-85mm dependendo da marca, que são por norma as objectivas que costumam acompanhar as máquinas fotográficas quando compramos um kit máquina+objectiva. Temos depois a objectiva 24-70mm e a 70-200mm, que nos dá acesso a praticamente toda a gama da distância focal do mais angular às teleobjectivas, com apenas duas objectivas a preços mais acessíveis.

OBJECTIVAS PRIMES

As objectivas prime são de distância focal fixa, e são lentes que oferecem maior qualidade óptica e permitem-nos utilizar aberturas maiores como f:1.1, f:1.2, f: 1.4. Um dos grandes contras destas lentes é o seu o preço, pois são bastante mais caras que as lentes zoom. A outra grande desvantagem é o seu peso. Dentro das objectivas primes existem ainda vários tipos distintos que iremos abordar em mais pormenor ao longo deste tutorial.

SUPER GRANDE ANGULARES

As objectivas super grande angular ou fish-eye como são também conhecidas, são objectivas com o campo focal mais curto que se conhece, por volta dos 6mm até aos 15mm, abarcando um campo visual de 180º, sendo assim uma objectiva hemisférica. É uma objectiva pouco usada na fotografia, apesar de produzir efeitos criativos. É utilizada apenas em casos particulares, para tirar fotografias onde o objectivo é ter muitos elementos na composição, aumentar exageradamente a perspectiva, ou para fotografar espaços muito pequenos e reduzidos.

grande angular

Consulte aqui diversas opções de lentes grande angulares!

GRANDES ANGULARES

À semelhança da super grande angular, tem distâncias focais reduzidas, que vão dos 16mm até cerca dos 28mm, o que nos permite aumentar o campo visual da fotografia, assim como o ângulo de visão. Tal como as objectivas anteriormente explicadas, tem como objectivo acentuar a perspectiva de um assunto, podendo fotógrafos mais experientes criar dinâmicas e perspectivas atractivas.

Tendo estas objectivas distâncias focais ligeiramente superiores às das objectivas fish-eye, estas têm um ângulo de visão mais reduzido, e consequentemente o seu efeito não parece tão forçado. Estas lentes são muito utilizadas por fotógrafos para fotografia paisagística, arquitectónica, entre outros, onde o objectivo é abrir o plano e ter fotografias em formato Wide.

grande angulares

grande angulares

STANDART

Este tipo de objectiva tem distâncias focais situadas entre os 35mm e os 85mm. Na prática, para que uma objectiva seja considerada “standard”, ou “normal” tem de representar os objectos da composição nas proporções aproximadas da representação do olho humano, são muito usadas para fotografias de retratos

standart

standart

standart

TELEOBJECTIVAS

Estas objectivas tal como o nome indica, tem como objectivo ampliar a imagem, pelo que este efeito de ampliação é análogo e muito semelhante ao efeito de ampliação de um par de binóculos. Todas as objectivas com distância focal maior que 105mm (valor que pode variar) podem ser consideradas teleobjectivas. Este tipo de lentes são muito utilizadas por fotógrafos de desporto ou de vida selvagem, pois precisam de estar muito perto da acção ou conseguir capturar a imagem de animais selvagens em segurança e de forma eficaz.

teleobjetivas

teleobjetivas

Consulte aqui diversas opções de lentes teleobjectivas!

MACRO

Uma objectiva Macro permiti-nos fazer fotografias em primeiro plano, de objectos, flores, insectos e tantas outras coisas que exigem que o fotografo esteja muito perto do objecto a ser fotografado. É nestas situações que as lentes macro se distinguem dos restantes modelos. Estas lentes foram criadas para a utilização a distâncias muito curtas. Com uma definição muito grande vamos conseguir ver os inúmeros detalhes em cada pétala, gota de orvalho ou contar quantos pelos tem um insecto.

macro

Consulte aqui diversas opções de lentes macro!

TILT-SHIFT

Utilizadas maioritariamente em fotografia de arquitetura, estas objectivas têm como particularidade criar o movimento “Tilt”, que é o movimento de rotação da lente (como em uma panorâmica), sem mover a câmera, possível graças a um mecanismo incorporado na lente. Já o “shift”, é o movimento que a lente faz paralelamente em algum dos eixos, também sem mover a máquina fotográfica.

tilt-shift

Estas lentes servem também para criar um efeito como se tivéssemos a fotografar uma maquete ou miniaturas, produzido pelo movimentos dos dois elementos ao mesmo tempo. O resultado final vai criar um desfocado em torno da zona do ponto de foco, dando a ilusão das coisas parecerem mais pequenas.

tilt-shift

Consulte aqui diversas opções de lentes Tilt-Shift!

SIGLAS UTILIZADAS NAS OBJECTIVAS

Podemos ser confundidos muitas vezes por todas as siglas que as objectivas têm escritas na lateral, pelo que de modo a conseguirmos esclarecer um pouco as dúvidas resultantes dessa leitura, deixamos de seguida uma breve descrição das sigas mais utilizadas pelas principais marcas e quais as suas definições.

CANON

  • USM - Ultrasonic Motor, ou motor ultrassônico do autofocus, que pode ser do tipo anel ou micromotor, mais rápido e silencioso que o motor convencional da Canon.
  • IS – Image Stabilizer, ou estabilizador de imagem, permite utilizar velocidades de obturador até 2 pontos mais baixas sem que a foto saia tremida.
  • EF - Electro Focus, objetivas autofocus desenvolvidas para câmeras da linha EOS.
  • L - Identifica lentes especiais, profissionais, com elementos óticos especiais (feitos com cristais UD, S-UD ou fluorita); com foco e retrofoco internos (I/R) de última geração, dando maior velocidade ao autofocus, com foco de toque manual com ação não interrompida, ou seja, mesmo no autofocus o fotógrafo pode manualmente definir o foco sem precisar accionar a chave de modos de foco.
  • DO - Diffractive Optics, ou elemento ótico difrativo multicamada, que corrige a aberração cromática, de características asféricas e superior ao cristal UD, permitindo lentes menores e melhores.
  • FD – Sistema manual de lentes da Canon dos anos 1970 e 80 que usam um sistema de alavancas e pinos mecânicos para transmitir informações para a câmera.
  • UD - Ultra Low-dispersion Glass (vidro de dispersão ultra baixa) Elementos de lentes fabricados com vidros UD tem um índice de refração menor do que as de vidro comum. Tais elementos são, normalmente, usados para corrigir aberração cromática.

MINOLTA

  • AF - Objetiva autofocus.
  • APO - Define uma objetiva apocromática, com elementos óticos para que haja menor aberração cromática.
  • G - São as lentes especiais da marca, com maior abertura e alto desempenho.

NIKON

  • AI - Aperture Indexing Em 1977 a Nikon lançou uma série de lentes que podiam comunicar-se a abertura da lente para o corpo da câmera através de um contato mecânico. Estas lentes são facilmente identificadas pela “orelhas” de metal no seu topo (ver imagem). As que apresentam pequenos furos em cada orelha são lentes AI ou AI-S
  • AI-S - Outra variação das lentes F da Nikon lançada em 1981. Essencialmente são lentes AI com suporte para algumas automações a mais, como transmissão linear de informação de abertura.
  • AF/AF-S - As objetivas AF incorporam o motor de autofocus convencional da Nikon; as AF-S recebem o novo motor “Silent Wave” com foco automático mais rápido e silencioso.
  • AF-D - Uma das muitas variações da linha de lentes F da Nikon. As lentes Nikon tipo AF podem
  •  transmitir informações de distância para o corpo da câmera. Os dados de distância do foco é usado pelo sistema de medição de matrix 3D da Nikon e pelo sistema de medição 3D dos flashes.
  • AF-DX - São lentes autofoco Nikkor projetadas para SLR digitais Nikon com fator de corte de 1.5x. Elas são menores e mais leves que as Nikkor padrão devido à não ter que cobrir todo o sensor (não fullframe).
  • AF-I - Autofocus Integrado. Em 1992 a Nikon seguiu o exemplo da Canon lançando uma nova serie de lentes com motor integrado ao corpo da lente. Até então a Nikon só produzia sistemas autofoco no corpo das câmeras. Estas lentes são equivalentes às USM da Canon.
  • IF - Foco interno, ou seja, o movimento dos elementos estão resumidos à parte interior, sem alteração de tamanho externo da objetiva, o que permite lentes mais compactas e leves, além de distância de foco mais curtas.
  • D/G - As objetivas tipo D e G informam a distância entre a câmera e o assunto ao corpo da autofocus Nikon, o que tornou possível avanços na fotometria matricial 3D e no sensor para flash um preenchimento mais equilibrado.
  • ED - São objetivas que têm o cristal ED de dispersão mínima de luz, o qual reduz muito as aberrações cromáticas, com ganhos em nitidez e reprodução de cores.
  • Micro – São as lentes para macrofotogrfia da Nikon.
  • VR - Objetiva com redutor de vibrações (como o IS da Canon), que permite, no caso da Nikon, trabalhar com até 3 velocidades abaixo da recomendada sem risco de foto tremida.

PENTAX

  • AL - Aspherical, lente com elemento asférico.
  • ED - Objetiva com elemento ótico de baixíssima dispersão de luz.
  • IF - Internal Focusing, ou foco interno, como o sistema de outras marcas.
  • FA - Objetiva autofocus.

SIGMA

  • ASP - Aspherical, lente com elemento asférico.Os elementos não esféricos de uma lente podem reduzir o numero total de elementos necessários em um tipo de lente. Eles podem melhorar o desempenho e ao mesmo tempo reduzir o peso e o tamanho da lente. As lentes Aspherical maximizam a qualidade ótica e minimizam o tamanho e o peso das mesmas. As lentes Aspherical reduzem alguns problemas normalmente associados com grande angulares e zooms, tais como flare e distorções das bordas.
  • APO - Apochromatic, lente com design apocromático e com cristal SLD, que baixa dispersão paradiminuir a aberração cromática.
  • IF/RF - Internal and Rear Focusing, ou foco interno e retrofoco, como o sistema de outras marcas.
  • HSM - Hyper Sonic Motor, ou motor hiper-sônico, que movimenta o autofocus.
  • UC - Ultra Compact, ou lente ultracompacta: pequena e leve.
  • DL - De Luxe, ou de luxo, lente com acabamento especial e preço atraente.
  • DF - Dual Focus, ou foco de duas formas, que permite a correção do foco automático manualmente.
  • HF - Helical Focus, ou foco helicoidal, de forma espiral, para eliminar a rotação da lente frontal.
  • EX - Excellence, ou excelente, que define a lente profissional da marca.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Neste tutorial analisámos as diferentes “famílias” de objectivas, o qual esperamos que tenha sido útil para perceber melhor a utilização que podemos dar a cada uma. Como sempre, ficamos à espera dos vossos comentários, pelo que podem e devem colocar as vossas questões nos comentários ao artigo.

Grande abraço e ótimas fotografias a todos!

 

Autor: Carlos Rodrigues

Blog do Autor | Artigos do Autor:

Fotografo Freelancer desde 2000 especializado em trabalhos de Moda, Desporto e Publicidade. Fotografo Oficial dos dois eventos anuais desportivos internacionais mais importantes em Portugal: Estoril Open e Volta a Portugal!

  • Explorer - Factory Construction & Ship Building Joomla Theme
  • Justice - Attorney and Law Firm Joomla Template
  • OwnFolio - One Page Personal Portfolio / vCard / Resume / Showcase Joomla Template
  • Big Business - Responsive Template
  • Merab - Creative Multipurpose Drupal 8 Theme
  • Fitness Academy Joomla Template
  • Fruition - Business Joomla Template
  • Educate | Education & Courses, Kindergartens Joomla Template
  • Constructive - Contractors Multipurpose Joomla Landing Page Theme
  • Vina Bubox - VirtueMart Joomla Template for Online Stores
  • BizOne - One Page Parallax Drupal Theme
  • LawHouse - Responsive Lawyers Attorneys Joomla Template

Gostou deste artigo? Então torne-se fã do Blog no Facebook!



Comentários dos Alunos


  1. helio Lourencini
    3 de janeiro de 2013

    Amigo,

    Quero iniciar no hobby de fotografia e filmagem, com ênfase nos temas animais, passaros e plantas.
    Estou pensando em comprar uma Nikon P 510.
    Você recomendaria essa câmera para essa finalidade?
    Existe outra câmera de valor menor que me atenderia?

    Abraços,



    • Carlos Rodrigues
      3 de janeiro de 2013

      Ola Hélio

      A câmera que fala é uma da gama Bridge que faz a ponte entre as compactas de bolso e as DSLR mais “profissionais”, eu não conheço a câmera em si mas fui ver as caracteristicas dela e achei uma maquina interessante, dentro da gama dela com várias opções e funcionalidades. Respondendo a sua pergunta é uma câmera que serve para o que pretende começar a fotografar se tiver um orçamento reduzido que pelo que percebi é o seu caso e vai conseguir boas fotografias com ela. O FullHD do video vai-lhe dar a liberdade e qualidade na hora da edição do video.

      Mas de também uma olhadela a Canon SX40 na hora de comprar, este modelo tem algumas vantagens, o video é melhor permite fazer Full hd a 24 fps, tem ainda uma abertura maior f:2.7 contra a f:3.0 da Nikon, e a grande vantagem e que permite o uso de um flash externo.

      Espero ter ajudado



      • Helio Lourencini
        8 de janeiro de 2013

        Obrigado Carlos, pelas informações.
        Vou seguir o seu conselho e conhecer a Canon SX40.
        Quero também agradecer pelas inumeras informações que obtemos no escolacriatividade.

        Abraços,



  2. Marcelino AJ
    7 de janeiro de 2013

    Caro Carlos Rodrigues:
    Gosto muito desta série de artigos, que me está sendo muito útil.
    Tenho uma dúvida muito semelhante a do amigo Helio.
    Quero iniciar no hobby de fotografia, e tenho gosto por fotografar principalmente plantas e paisagens, tanto urbanas como rurais.
    Estou “namorando” a Nikon L810. Oque vo tem a dizer?



    • Carlos Rodrigues
      7 de janeiro de 2013

      Olá Marcelino

      A maquina que fala a Nikon L810 pertence a “familia” das compactas, que se por um lado estão cada vez melhores a nivel de qualidade de imagem mas como são a gama de cameras fotográficas mais baixas o que vai acontecer rápidamente se comprar esta maquina é como ela não tem controlos manuais para podermos controlar a exposição, mexendo na abertura, velocidade e iso, voce depressa vai-se fartar dela e querer uma maquina melhor.

      O meu conselho e juntar um pouco mais de dinheiro e adquirir uma maquina da gama bridge como a que o Hélio mencionou.


RSS
Twitter
Facebook
Comentários
ASSINANTES
SEGUIDORES
FÃS
COMENTÁRIOS
7794

Subscrever Newsletter
Subscreva a Newsletter:



Aplicativos Android, iPhone e Muito Mais!




Assine a Escola Criatividade Assine a Newsletter da Escola Criatividade Escola Criatividade no Twitter Escola Criatividade no Facebook Escola Criatividade no Youtube Escola Criatividade no Google Buzz